Wednesday, February 02, 2005

 

Sis

Onde parei nem lembro mais, parei a muito, nem disse que ela, a suprema, a princesa com nome de fruta, meu peixinho quando acorda, meu souffle, minha irmã de estimação, minha linda... então ela que sempre sabe, do alto de sua pouca idade, mas já nem tão pouca estatura, ela me deu o disco de hardcore com violinos, ela sozinha escolheu, pensou que combinaria com quem não combina muito nem consigo mesmo e quando combina as vezes esquece... ela me definiu num cartão, ela tornou melhor meu feriado cristão, ela sempre torna as coisas melhores...

No cartão ela pôs obediente entre aspas.

Ainda tão jovem, já tão cínica...

Cahê, tentando o impossivel: lembrar

Comments:
se nao lembrar de tudo use a máxima do Mestre Manú Bê:
"tudo o q nao invento é falso"
 
Post a Comment

<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?